Corações-emaranhados: como cuidar da suculenta pendente de corações

As folhas delicadas em formato de corações chamam a atenção. A planta cria um lindo efeito pendente e pode chegar até 4 metros

0

Corações-emaranhados é o nome popular da planta Ceropegia Woodii, uma suculenta que como o nome diz, tem formato de coração. Entenda mais sobre essa planta linda e delicada e saiba como cuidar da sua.

Como cuidar dos corações-emaranhados

(Foto: reprodução)

De longe, sua aparência não denuncia que a planta é uma suculenta, mas basta chegar um pouco mais perto para perceber as folhas gordinhas. Isso significa que a planta possui uma estrutura para guardar água.

Os corações-emaranhados são nativos dos países África do Sul, Suazilândia e Zimbábue, regiões tropicais. Por isso, é importante tomar cuidado com as regas.

A planta pode ocupar espaços internos ou externos em casa e o seu comprimento pendente surpreende, pois pode atingir até 4 metros. Os seus cuidados são semelhantes às outras suculentas, mas com algumas diferenças.

Os corações-emaranhados fazem parte da família das suculentas, mas precisam de cuidados um pouco diferentes. Se você já conhece a suculenta colar-de-pérolas, saiba que os cuidados são similares. Diferente da maioria dos tipos de suculentas, os corações-emaranhados não gostam de sol pleno e preferem solos úmidos. Veja mais detalhes sobre como cuidar.

Iluminação

Quando pensamos na iluminação necessária para qualquer planta, uma regra é válida: quanto mais verde, mais clorofila e mais facilidade em captar clorofila. Como os corações-emaranhados possuem bastante verde e também tons de roxo e prateados, logo concluímos que a meia-sombra é o ideal. Dentro de casa, posicione próximo de uma janela ou local bem iluminado, com luz difusa. A planta pode tomar o sol da manhã ou do fim da tarde, mas nunca os raios mais fortes. Se ela estiver verde demais, posicione em um local com mais luz.

Solo

O substrato deve ser bem leve, drenável e com bastante matéria orgânica. Não deixe o solo compactado demais e certifique-se de que vai receber bem as regas, sem encharcar. Adube com frequência com adubos naturais e orgânicos, para que a planta se desenvolva melhor. Pode ser adubada 1 ou 2x por mês, como o intervalo de 15 dias.

Regas

Apesar de ser uma suculenta, as regas dos corações-emaranhados seguem um padrão um pouco diferente. A planta gosta de solo levemente úmido, diferente das outras suculentas em que é preciso esperar o solo secar completamente. Então, regue em torno de 2x por semana, mantendo o solo úmido, sem deixar secar completamente. Mas certifique-se de que o vaso é bem drenado, para não encharcar suas raízes. Diminua as regas no inverno.

Problemas mais comuns

corações-emaranhados estiolando
(Foto: reprodução)

Entre os problemas mais comuns dos cuidados com a planta estão o excesso de água, a falta de iluminação ou excesso de luz solar. Se notar que a planta está estiolando, é sinal de que está procurando por mais luz. Para identificar, veja se a planta cresce para direções opostas ao caminho natural, na vertical para baixo. Troque a planta de lugar caso isso acontecer. Se ela estiver muito verde, a solução é a mesma, procurar por mais luz.

Se as folhas estiverem em tons de marrom e com aspecto seco, o problema pode ser o sol forte. A planta não pode tomar mais que 2h de sol por dia. Faça uma rega de emergência caso isso acontecer. Mas se o problema for folhas amareladas e amolecidas, então o que está acontecendo é o excesso de água. Remova cuidadosamente as folhas afetadas e não regue novamente até o solo secar. Nem sempre é possível salvar a planta quando isso acontece, mas vale tentar.

Quanto custa

O preço dos corações-emaranhados varia bastante, mas é possível encontrar mudas pequenas a partir de R$15. As plantas maiores, com tamanhos superiores aos 2m podem chegar até perto de R$100. Mas ela cresce rápido e se você deseja economizar é possível investir em uma muda pequena e caprichar nos cuidados. Nas condições ideais a planta pode crescer 1m em poucos meses.

A planta produz pequenas flores em tons de rosa e roxo nas estações quentes. Para que produza flores é preciso adubar com frequência, além de garantir os outros cuidados. A planta não é tóxica para seus pets, então pode cultivar com segurança!

Onde colocar os corações-emaranhados em casa

(Foto: reprodução)

Tanto em ambientes internos como externos, a suculenta cria um lindo efeito pendente na decoração. Vai bem nas decorações mais delicadas e também nas rústicas, porém não há regras. Mas vale ressaltar que a escolha do local deve atender às necessidades de cuidados com a planta. Em ambientes internos é ideal deixar próxima das janelas. Já nos externos, tome cuidado com o sol forte.

Você já conhecia os corações-emaranhados? Certamente a planta encanta por sua beleza delicada e pelo lindo efeito pendente. Então capriche nos cuidados para ela ficar ainda mais encantadora. E confira também como cuidar da zamioculca.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes