Óleo essencial de hortelã pimenta: 10 benefícios incríveis e como utilizar

O óleo essencial de hortelã pimenta auxilia o crescimento capilar, desobstrui as vias nasais, alivia a dor de cabeça e muito mais

0

O óleo essencial de hortelã pimenta é um dos mais utilizados na aromaterapia. É amplamente utilizado como analgésico, além de ser muito eficaz para desobstruir as vias nasais quando congestionadas. Confira os benefícios, saiba como utilizar de forma correta, além de conhecer as contraindicações.

Para que serve óleo essencial de hortelã pimenta? Conheça 10 benefícios

imagem mostra hortelã pimenta
(Foto: Unsplash)

A maior parte dos benefícios deste OE é devido à molécula mentol, presente em grande quantidade. Lembramos que existem diversos tipos de hortelã e diversos tipos de OEs também. É importante adquirir o óleo essencial pelo seu nome científico que Mentha Piperita. Confira os benefícios!

  1. Analgésico: é especialmente utilizado no alívio de dores de cabeça. Mas também é um ótimo relaxante muscular e pode amenizar dores nas costas e nos músculos;
  2. Traz ânimo e disposição: se você está sempre se enchendo de café e energéticos que são prejudiciais para a saúde, o OE de hortelã pimenta pode te ajudar. Ele traz energia, vitalidade e foco para o dia a dia. Também pode aliviar os sintomas da fadiga crônica;
  3. Aliado dos cabelos saudáveis: é um antisséptico maravilhoso e por isso controla a oleosidade do couro cabeludo. Portanto, mantém a raiz dos cabelos saudável e contribui para o crescimento capilar acelerado;
  4. Repelente natural: diversos insetos não toleram o OE de hortelã pimenta. Esse estudo mostrou que o óleo essencial é eficaz na proteção contra mosquitos durante 150 minutos. Após esse período é preciso reaplicar. Que tal aprender uma receita de repelente natural com ele?
  5. Anti-inflamatório: ajuda a tratar inflamações na pele, como acne, eczemas e psoríase;
  6. Melhora o hálito e reduz a chance de ter cáries: é amplamente utilizado em produtos de higiene bucal pela indústria, pois refresca o hálito naturalmente, além de inibir a formação de cáries;
  7. Reduz o enjoo: é muito eficaz contra enjoos matinais ou causados por tratamentos médicos, como a quimioterapia. Basta inalar para sentir os efeitos. Mas se você está em tratamento médico, consulte sob orientação médica;
  8. Desobstrui as vias nasais: muito indicado para ser inalado quando estiver com gripes, resfriados, sinusite, entre outros problemas respiratórios. Ao inalado, o óleo essencial de hortelã;
  9. Alivia coceiras: o uso tópico do OE de hortelã pimenta diluído auxilia a tratar os sintomas da dermatite de contato. Mas faça um teste em uma pequena região antes de aplicar;
  10. Inibe o câncer: essa pesquisa clínica indicou que o óleo essencial de hortelã pimenta foi eficaz para inibir o câncer de próstata em alguns pacientes, graças ao seu composto mentol. Mas mais estudos são necessários para comprovar o benefício.

Como utilizar óleo essencial de hortelã pimenta

imagem mostra hortelã pimenta
(Foto: Unsplash)

Para usufruir de todos os benefícios do óleo essencial de hortelã pimenta, é preciso saber utilizar das formas corretas. Abaixo mostramos como inalar, como utilizar na pele, como fazer vaporização e também como utilizar nos cabelos. Confira.

Via inalação

Inalar o óleo essencial é muito eficaz para usufruir de seus efeitos analgésicos, contra enjoos, entre outros. É muito simples e a forma mais segura de utilizar. Veja algumas formas de uso.

  • Inalação simples: abra o frasco de óleo essencial e inale durante alguns segundos. Você também pode pingar algumas gotas em um pedaço de papelão e deixar no ambiente;
  • Difusor de ambiente: adicione entre 5 e 10 gotas no difusor de ambiente, siga as orientações da fabricante do aparelho;
  • Difusor pessoal: pegue um pequeno pedaço de algodão e adicione 1 ou 2 gotas de OE. Em seguida, coloque no seu difusor pessoal e utilize.

Uso tópico

O uso tópico é indicado para massagens analgésica em regiões que há dor, nas têmporas quando há dor de cabeça ou para dermatites. Se a sua pele for sensível ou estiver com dermatite, teste em uma pequena região antes de aplicar. Observe se não terá nenhuma reação alérgica e só depois aplique em toda a região.

  • Para dor de cabeça: dilua 3 gotas de OE de hortelã + 3 de OE de lavanda em 2 colheres de óleo vegetal carreador. Aplique nas têmporas ou em outras regiões com dor, para utilizar como analgésico;
  • Para massagens: dilua entre 5 e 7 gotas de OE de hortelã em 200ml de óleo vegetal carreador e aplique onde deseja massagear. Também é eficaz contra dermatites.

Vaporização caseira

A vaporização das vias nasais é muito eficaz para descongestionar. Para fazer basta esquentar água, colocar em uma bacia de vidro ou cerâmica, acrescentar 3 gotas de óleo essencial de hortelã pimenta e inalar o vapor. Se desejar, adicione também 2 gotas de óleo essencial de eucalipto para potencializar a ação descongestionante.

Para os cabelos

O OE de hortelã pimenta é bastante eficaz para manter o couro cabeludo saudável, equilibrar a produção de oleosidade e com isso estimular o crescimento capilar. Se o seu cabelo apresenta queda devido a oleosidade, o OE de hortelã pimenta pode ser bem eficaz. Para fazer, prepare uma máscara de argila com 3 colheres de argila de sua preferência + 2 colheres de água + 5 gotas de OE. Aplique em todo o couro cabeludo, deixe agir durante 20 minutos e lave normalmente.

+ Óleo essencial de melaleuca: 5 benefícios para a pele

Consumo

O consumo de óleo essencial de hortelã pimenta, assim como outros OEs só deve ser feito mediante prescrição de um/a aromaterapeuta especializado. Não deve ser consumido todos os dias para “desintoxicar” o organismo, como mostram receitas da internet. O consumo prolongado pode ser extremamente prejudicial para a saúde.

Contraindicações

O uso inadequado ou em excesso do óleo essencial de hortelã pode causar náuseas, azia e dores de cabeça. Há alguns medicamentos que podem interagir com este OE e neste caso, é preciso consultar orientação médica antes de utilizar. Segundo o site eCycle, são eles:

  • Potencial moderado de interação: Neoral, Sandimmune, Elavil, Haldol, Zofran, Inderal, Theo-Dur, Calan, Isoptin, Prilosec, Prevacid, Protonix, Diazepam, Valium, Soma, Viracept, Cataflam, Voltaren, ibuprofeno/Motrin, Mobic, Feldene, Celebrex, Elavil, Varfarina/Coumadin, Glucotrol, Iosartan, Cozaar, Mevacor, Nizoral, Sporanox, Allegra, Halcion.
  • Potencial baixo de interação: Antiácidos isentos de prescrição, incluindo Tums, Rolaids, Ripan, Bilagog, Amphojel, Tagamet, Zantac, Axid, Pepcid, Prilosec, Prevacid, Aciphex, Protonix, Nexium.

Além disso, o OE de hortelã pode reduzir a absorção de ferro. Portanto, se você suplementa este mineral, é interessante esperar algumas horas após tomar para fazer o uso do óleo essencial. Em caso de dúvidas, consulte orientação médica ou de aromaterapeuta de sua confiança.

+ Óleo essencial de lavanda: conheça benefícios além da ação calmante

FONTE: Mayara Benatti é aromaterapeuta em formação pela escola de aromaterapia Apotecários da Floresta.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes