Aromaterapia: o que é, benefícios e 10 principais óleos essenciais

0

Além de um cheirinho agradável, a aromaterapia tem diversos benefícios para a saúde e bem-estar como um todo. A técnica é realizada a partir dos óleos essenciais, compostos naturais extraídos de diferentes formas a partir das moléculas aromáticas das plantas. Mas você sabe como funciona, para que serve e o que, de fato, é a aromaterapia? Continue lendo e descubra.

O que é aromaterapia e para que serve?

A aromaterapia é o conjunto de práticas terapêuticas a partir da administração de moléculas aromáticas. As moléculas aromáticas liberadas pelos óleos essenciais apresentam diversos benefícios para a saúde e o bem-estar. Há diferentes formas de administração, sendo a via inalatória a mais comum de todas, seguida pela via cutânea. Há também outras formas de administração, que devem ser recomendadas por um/a aromaterapeuta especializado/a.

De forma geral, a aromaterapia busca aliviar sintomas de doenças, dores, além de ser amplamente utilizada para o bem-estar mental. Muito além de apenas um cheirinho agradável, as moléculas aromáticas podem nos trazer diversos benefícios para o corpo e a mente.

7 benefícios da aromaterapia

(Foto: Pexels)

A aromaterapia busca integrar os benefícios das moléculas aromáticas para melhorar a saúde e o bem-estar no geral. É amplamente utilizada para reduzir o stress, aliviar dores, nos cuidados com a pele e muito mais. Confira 7 benefícios da aromaterapia a seguir.

1. Bem-estar mental

Há muitas evidências e estudos clínicos que mostram a diminuição dos sintomas de depressão, ansiedade e outros transtornos mentais. Especialmente o óleo essencial de lavanda se mostrou muito eficaz na saúde mental como um todo. Além disso, a administração de óleos essenciais promove o alívio do stress, melhora a memória, o foco e ajuda a dormir melhor.

2. Redução de dores

É possível inalar alguns óleos e se beneficiar com o alívio de dores no corpo. Além disso, as massagens com OEs podem ajudar em áreas específicas após lesões ou com inflamações. Podem aliviar cólicas e tensões. OEs com as moléculas cânfora, mentol e eugenol, por exemplo, possuem ação analgésica.

3. Fortalecimento do sistema imunológico

Todos os OEs são imunoestimulantes de alguma forma, alguns mais, outros menos, mas possuem essa ação. Mas há também os óleos com propriedades antibacterianas, como o tomilho, por exemplo. E também óleos que são antivirais, como o eucalipto. Quando aliados à rotina saudável ajudam a viver com equilíbrio e um sistema imunológico fortalecido.

4. Cicatrização cutânea

Há diversos óleos aliados do processo de cicatrização. Em casos de acne, inflamações, cicatrizes recentes e escoriações, os OEs podem ser grandes aliados. Por conta da ação antibacteriana auxilia a pele a se regenerar mais rapidamente. Além disso, há óleos muito interessantes para a rotina de cuidados com a pele, como veremos a seguir.

5. Cuidados com a pele

Muitos cosméticos naturais utilizam óleos essenciais em sua composição. O gerânio, por exemplo, é antioxidante e atua na renovação celular, agindo contra o envelhecimento precoce. Já o patchouli é utilizado no tratamento dos sintomas da psoríase. O OE de melaleuca e o de alecrim são aliados no equilíbrio da oleosidade. Há muitas formas de inserir os OEs na rotina de cuidado com as peles e há diversos cosméticos naturais com esses compostos em sua formulação.

6. Melhora o sistema circulatório

Óleos essenciais podem ser utilizados diluídos em massagens de drenagem linfática. Um óleo bem conhecido para essa finalidade é o de limão siciliano, que atua contra a retenção de líquidos e na eliminação de edemas. Há muitos outros OEs utilizados para essa finalidade.

7. Estimula o crescimento capilar

O óleo de melaleuca possui ação similar ao minoxidil no tratamento da alopécia. Além disso, o OE de alecrim, de ylang-ylang e de hortelã também são aliados no processo de crescimento capilar. Por isso, se você está fazendo seu projeto Rapunzel, que tal conferir os melhores óleos essenciais para cabelo?

Cuidados e contraindicações

Apesar dos óleos serem naturais, é preciso ter alguns cuidados, pois todos eles em excesso podem causar toxicidade. A administração interna de óleos essenciais só deve ser feita com acompanhamento de um profissional. Mesmo a administração pela inalação e cutânea devem ser feitas com cuidado. O uso deve ser feito diluído em óleos carreadores, os óleos vegetais. Também é preciso utilizar em pequenas quantidades, já que são muito concentrados.

O uso interno não é recomendado sem o acompanhamento de um/a profissional. Gestantes, lactantes e pessoas que fazem uso de medicamentos contínuos devem fazer o uso apenas com orientação profissional.

Quais são os principais óleos essenciais? Confira os 10 mais utilizados na aromaterapia

(Foto: Unsplash)

Há centenas de óleos essenciais destilados disponíveis e isso falando apenas dos que são comercializados, já que há muitas plantas aromáticas com as quais é possível obter o óleo essencial. No entanto, há óleos essenciais que são amplamente utilizados na aromaterapia, dos quais os benefícios são mais conhecidos.

  1. Lavanda: o óleo essencial mais utilizado no mundo e o que mais possui evidências científicas. Apresenta muitos resultados em quadros depressivos, de ansiedade e dificuldade para dormir. Além dos benefícios para o bem-estar mental também é cicatrizante, analgésico e antibacteriano.
  2. Melaleuca: grande aliado das peles oleosas, sendo amplamente utilizado na produção de cosméticos e para o uso tópico. É anti-inflamatório, antibacteriano e equilibra a produção sebácea. Ideal para as peles acneicas, inflamadas e também para inflamações no couro cabeludo. Promove o crescimento capilar acelerado e saudável.
  3. Alecrim: o uso inalatório do alecrim pode ser feito para trazer vitalidade e foco no cotidiano, sendo que há estudos em curso que apontam seus benefícios para a memória. Também é descongestionante das vias nasais, além de analgésico e antisséptico. Há 2 quimiotipos de alecrim mais conhecidos, o cineol e o tipo cânfora. O cineol é o mais recomendado para os problemas respiratórios, enquanto o cânfora deve ser evitado por quem apresenta problemas de pressão alta.
  4. Ylang-Ylang: amplamente utilizado como afrodisíaco, para aumentar a libido e a autoconfiança. Também é grande aliado da pele, já que promove a hidratação cutânea e também dos cabelos. Também atua como relaxante, auxiliando a dormir melhor. Aroma agradável e amplamente utilizado na perfumaria natural.
  5. Hortelã pimenta: alivia dores musculares, descongestiona as vias nasais, além de ser um grande aliado nos sintomas da enxaqueca. Além disso também equilibra a oleosidade do couro cabeludo e auxilia o cabelo a crescer de forma saudável.
  6. Gerânio: o geraniol, molécula presente neste óleo é o que confere um cheiro agradável, de rosas, por tanto é amplamente utilizado na perfumaria natural. Seus benefícios para a saúde são a ação anti-inflamatória, diurético, antioxidante e muito benéfico para a saúde ginecológica.
  7. Laranja doce: é um óleo muito estimulante, atua na redução dos quadros de desânimo e traz vitalidade. Ideal para ser colocado no difusor de ambientes. Também ajuda a reduzir a oleosidade da pele e no tratamento da acne. Mas deve ser utilizado longe da exposição solar, pois pode causar manchas.
  8. Patchouli: o óleo essencial de patchouli é afrodisíaco, adstringente e anti-inflamatório. Além disso também é amplamente utilizado pela perfumaria como nota base, para a fixação do perfume.
  9. Limão: bactericida, utilizado em massagens para drenagem linfática, além de apresentar efeitos positivos no humor. Mas é preciso tomar cuidado, pois assim como o óleo de laranja, também é fotossensível e pode manchar a pele quando em contato com o sol.
  10. Eucalipto: antisséptico, antiviral, analgésico e grande aliado dos problemas respiratórios. Atua descongestionando as vias nasais. Amplamente utilizado no alívio dos sintomas da bronquite, asma, pneumonia e enfisema.

FONTE: Mayara Benatti é aromaterapeuta em formação pela escola de aromaterapia Apotecários da Floresta.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes