Difusor pessoal: o que é, para que serve e como usar

Um dos usos mais seguros de óleos essenciais é por meio da inalação. O difusor pessoal é um acessório que pode te ajudar neste uso.

0

A aromaterapia e outras terapias naturais estão cada vez mais em alta nos hábitos dos brasileiros. O uso de óleos essenciais, no entanto, gera muitas dúvidas e há quem use de forma incorreta e até mesmo perigosa. Mas você sabia que a inalação é a forma mais segura de uso? É por isso que o difusor pessoal pode te ajudar nisso. Saiba como!

O que é difusor pessoal?

Barro Blue Cerâmica (Foto: reprodução)

O difusor pessoal é um colar com a função de armazenar o óleo essencial e, assim, permitir a inalação e melhor durabilidade do óleo. O olfato é o sentido que possui ligação direta com o cérebro, passando pelo sistema límbico e assim auxiliando no tratamento de diversas causas emocionais. Mas para além desse uso, a via inalatória na aromaterapia também apresenta eficácia em outras diversas condições.

É possível, por exemplo, inalar um pouco de óleo essencial de lavanda durante um dia de ansiedade. Ou então, gengibre para o dia que precisa de aterramento e foco. Se há tristeza, a laranja ou o alecrim podem ajudar. As finalidades dos OEs, no entanto, podem variar de pessoa para pessoa e é preciso ter orientação de um/a aromaterapeuta.

O colar difusor pessoal é um item interessante, especialmente se você já costuma de fazer o uso inalatório dos óleos essenciais. Se feito com os materiais mais indicados, ele garante boa durabilidade, além de levar a quantidade certa. Há OEs que chegam a durar dias no difusor pessoal, então é interessante para a economia e uso responsável dos óleos essenciais.

Onde comprar?

Em uma busca rápida na internet é possível encontrar várias lojas online que vendem. Se você já tem uma marca de óleo essencial de confiança e que já usa, talvez a marca também ofereça os difusores. Também há a opção de comprar de artesãos da sua cidade, para assim fortalecer a economia local. Mas é preciso se certificar que o material utilizado é o correto, já que há alguns que não são indicados.

Como fazer difusor pessoal

Além de comprar o difusor pessoal, também é possível fazer em casa. Mas tome cuidado, pois alguns materiais podem interagir com os óleos essenciais e não são indicados para o uso. Neste vídeo, você vai aprender a fazer com biscuit, mas também é possível utilizar uma garrafinha de vidro em um colar.

Você vai precisar de

  • Massa para biscuit (caseira ou industrializada);
  • Esmalte ou tinta para biscuit;
  • Cordão para colar de sua preferência.

Como fazer

  1. Comece preparando uma bolinha com a massa de biscuit. Deixe bem lisinha, pois rachaduras e outras imperfeições influenciam no resultado final;
  2. Estique bem a massa;
  3. Em seguida comece a moldar, unindo as pontas e deixando um buraquinho ao centro;
  4. Deixe secar durante pelo menos 3 dias;
  5. Por fim, pinte se desejar, mas pinte apenas a parte de fora;
  6. Depois, é só pendurar em um cordão.

Quantas gotas de óleo essencial colocar no difusor pessoal?

É importante colocar pouca quantidade de óleo essencial para não correr o risco de ter efeitos colaterais. Especialmente se você nunca utilizou um óleo essencial, comece colocando apenas uma gota. Mesmo os OEs que já utiliza há mais tempo é interessante não ultrapassar a quantidade de 3 gotas. Então, a quantidade ideal de gotas de óleo essencial no difusor pessoal é entre 1 e 3 gotas. Veja como usar.

Como usar o difusor pessoal

  • Higienize antes de aplicar um novo OE ou se certifique de que o anterior já volatilizou completamente;
  • Em um pedacinho de algodão, coloque entre 1 e 3 gotas do OE;
  • Tenha cuidado com OEs que mancham e queimam a pele em contato com o sol, como a laranja, por exemplo;
  • Utilize seu colar durante o dia e reponha o OE quando não sentir mais o cheiro.

Materiais indicados

(Foto: reprodução/Elo 7)

Conforme já dito, é importante se atentar ao material do difusor pessoal. O plástico não é recomendado e os metais podem interagir com alguns OEs. No caso dos difusores de cerâmica é preciso tomar cuidado para não ter contato com a pele, pois é uma material poroso. Tome cuidado com OEs que mancham ou queimam a pele. E não utilize sem o algodão dentro. Confira alguns materiais disponíveis para os difusores.

  • Cerâmica;
  • Vidro;
  • Pedras naturais;
  • Biscuit;
  • Concreto;
  • Madeira;
  • Prata (mas pode interagir com alguns OEs e escurecer com o tempo);
  • Ouro.

É importante evitar difusores de plástico, especialmente na parte de dentro. Se o plástico for apenas no local onde não terá contato com o difusor tudo bem! Mas priorize materiais que reagem menos com os óleos essenciais, como a cerâmica, vidro ou pedras naturais.

+ 5 óleos essenciais para cabelo que promovem crescimento e saúde

 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes