8 benefícios do óleo essencial de capim-limão e como usar

Este OE possui propriedades relaxantes, analgésicas e muito mais. Conheça os benefícios, como usar e contraindicações

0

O óleo essencial de capim-limão, também conhecido como lemongrass geralmente é extraído da planta Cymbopogon citratus. No entanto, também há outras variedades, sendo essa a mais conhecida. Selecionamos 8 benefícios deste OE, como usar com segurança e também as contraindicações e efeitos colaterais. Confira.

Quais são os benefícios do OE de capim-limão?

imagem mostra óleo essencial de capim-limão
(Foto: reprodução)

O óleo essencial de capim-limão é repleto de benefícios. Seu aroma fresco e levemente cítrico é ideal para relaxar, aliviar a ansiedade e o stress. Também possui efeito analgésico, além de antisséptico. Por isso, confira mais detalhes a seguir.

1. Analgésico

Esse estudo mostrou que o OE de capim-limão quando utilizado na pele é capaz de aliviar os sintomas causados pela artrite. Os efeitos foram analisados durante 30 dias e mostraram uma redução significativa da dor, que foi de 80 até 50%. O efeito analgésico é devido a sua ação anti-inflamatória.

2. Aliado do processo digestivo

O chá de capim-limão é utilizado pela sabedoria popular como um remédio para desconfortos estomacais. Esse estudo investigou o uso do óleo essencial como tratamento para as mesmas condições. De acordo com ele, o OE se mostrou eficaz para prevenir úlceras, diminuir náuseas quando inalado, além de aliviar a má digestão. Mas atenção, ele não deve ser consumido sem orientação médica ou aromaterapêutica.

3. Antioxidante

O óleo essencial de capim-limão faz parte de diversos cosméticos naturais ou industrializados. Isso porque ele é antioxidante e combate os radicais livres, que por sua vez causam o envelhecimento precoce. Este estudo comprovou a atividade antioxidante presente nas moléculas do OE de capim-limão.

4. Anti-inflamatório

O citral é uma molécula presente em grande quantidade neste óleo essencial. Essa molécula possui efeitos anti-inflamatórios e por isso pode tratar os sintomas de diversas patologias. Artrite e doenças cardiovasculares são bons exemplos. Essa pesquisa mostrou o potencial anti-inflamatório do óleo essencial de capim-limão.

5. Antibacteriano

Essa pesquisa mostrou que o OE de capim-limão é eficaz contra um grande número de bactérias, incluindo algumas resistentes a medicamentos. Bactérias que causam doenças de pele, pneumonia, infecções no sangue, além daquelas que causam infecções intestinais graves. Mas outros estudos são necessários para concluir a efetividade contra essas bactérias no organismo humano.

6. Antifúngico

Esse estudo utilizou uma solução contendo 2,5% de óleo essencial de capim-limão e mostrou que ele ajuda a combater fungos causadores da micose.

7. Diminui ansiedade e stress

A ansiedade e o stress são problemas graves que atingem boa parte da população. Esses problemas psicológicos também são causas de outras patologias, como a pressão alta, por exemplo. Este estudo avaliou os efeitos da massagem relaxante com o OE de capim-limão e mostrou redução significativa na sensação de stress e ansiedade. Por consequência, a pressão arterial diastólica se tornou mais baixa.

8. Alivia sintomas da enxaqueca

Por ser analgésico, ele é um grande aliado para o alívio de dores de cabeça, o principal sintoma da enxaqueca. A náusea é outro sintoma recorrente nas crises de enxaqueca, portanto, é outro benefício para quem sofre com essa doença crônica. Mas é preciso utilizar com cautela, já que algumas pessoas relatam sentir tontura com este OE. Se as suas crises de enxaqueca incluem este sintoma, é melhor apostar no óleo essencial de hortelã-pimenta.

Como usar o óleo essencial de capim-limão

imagem mostra óleo essencial de capim-limão
(Foto: reprodução)

As principais vias de administração do OE de capim-limão são pela inalação e também o uso tópico. Lembramos que para outros usos, como o interno, é preciso ter orientação de aromaterapeuta de confiança. Apesar de ser um produto natural, não significa que pode ser usado em excesso e sem acompanhamento. Mesmo a inalação e o uso em massagens devem seguir o uso em proporções corretas e observar os possíveis efeitos colaterais.

Via inalação

A inalação do óleo essencial de capim-limão é a forma mais segura de administração. Ela pode ser feita a partir do difusor de óleo essencial para ambiente, a partir do difusor pessoal ou apenas inalando por alguns segundos diretamente do frasco. A inalação é indicada para obter os efeitos relaxantes e também para o alívio das dores de cabeça.

Em massagens relaxantes

Dilua 10 gotas em 100ml de óleo vegetal carreador. Aplique no corpo todo para obter os benefícios relaxantes. Também é possível aplicar em regiões com dores para obter os benefícios analgésicos. Ainda, é possível aplicar nas têmporas para aliviar dores de cabeça ou a enxaqueca. Aplique nas regiões em que a dor da enxaqueca irradia, evite apenas a região dos olhos. Também é possível adicionar óleo essencial de lavanda para obter mais benefícios relaxantes.

Se a sua pele é sensível, é recomendável aplicar uma pequena quantidade no antebraço e observar possíveis sensibilizações. Se tudo der certo neste teste, então é possível aplicar nas regiões desejadas.

No cabelo

Por suas propriedades antissépticas o óleo essencial de capim-limão também é bastante interessante para os cabelos. Em caso de queda devido à oleosidade ou problemas causados por bactérias ou fungos, é possível aplicar. Para isso, prepare uma máscara de argila branca ou verde e adicione entre 2 e 5 gotas do OE de capim-limão. Deixe agir durante 20 minutos e depois lave normalmente. Você pode fazer essa máscara 1x por semana. Em casos de problemas graves no couro cabeludo, consulte ajuda dermatológica especializada.

Contraindicações e efeitos colaterais

O óleo essencial de capim-limão pode causar irritações cutâneas quando utilizado em excesso ou mesmo que bem diluído em peles sensíveis. As peles mais secas devem evitar utilizar. O uso em excesso também pode causar tontura, aumento do apetite e sonolência. O consumo deste e de qualquer outro OE só deve ser feito com acompanhamento especializado. É contraindicado para gestantes, lactantes e diabéticos.

FONTE

  • Mayara Benatti é aromaterapeuta em formação pela escola de aromaterapia Apotecários da Floresta;
  • Site eCycle.

 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes