Como comprar óleos essenciais: 7 dicas para garantir qualidade

Além das boas práticas da aromaterapia, a qualidade dos óleos essenciais influencia o tratamento. Por isso, saiba como escolher ao comprar os seus.

0 50

A aromaterapia é um conjunto de práticas terapêuticas ministradas por diferentes vias a partir dos óleos essenciais. Apesar de muita gente se interessar pelo assunto é comum que apareçam inseguranças no momento de comprar os OEs. Por isso, que tal se informar para saber se aquele óleo essencial é de qualidade? Confira algumas dicas de como comprar óleos essenciais e sugestões de marcas.

7 dicas de como comprar óleos essenciais de qualidade

imagem ilustra como comprar óleos essenciais
(Foto: Unsplash)

Para fazer um bom uso dos óleos essenciais é importante comprar produtos de qualidade. Para quem vai comprar seus primeiros OEs é importante saber algumas dicas no momento de escolher. Mas se você já possui, pode testar a qualidade deles com essas dicas também. Confira!

1. Nome científico

O primeiro detalhe ao comprar o óleo essencial é verificar o nome científico da planta. No Brasil e no mundo as plantas possuem uma infinidade de nomes populares e não é interessante se orientar por eles. Portanto, um bom óleo essencial virá com o nome científico na embalagem para facilitar a identificação. O óleo essencial de lavanda, por exemplo, está disponível em alguns tipos diferentes e é importante se orientar pelo nome científico.

2. Parte da planta que é extraído

Há plantas que produzem óleos essenciais de diferentes partes. Da canela, por exemplo, é possível obter o óleo a partir das cascas ou das folhas. A mesma coisa vale para o cravo, entre outros OEs. Portanto, é muito importante que a embalagem informe de qual parte o OE é extraído. Afinal, mesmo sendo a mesma planta, a parte utilizada influencia muito nas propriedades desse óleo.

3. Composição

A composição dos óleos essenciais contém apenas um produto: o óleo essencial puro. Não pode estar diluído em álcool, óleos e outros compostos. Com excessão de quando é um produto com o intuito de estar diluído, como os blends de óleos essenciais, por exemplo. Mas no geral, um óleo essencial sempre apresenta apenas um ingrediente.

4. Embalagem

Óleos essenciais jamais serão comercializados em embalagens de plástico ou vidros transparentes. A forma mais comum de encontrar é no vidro âmbar ou em outras cores escuras. A luz UV (ultravioleta) oxida facilmente os óleos essenciais e por esse motivo eles jamais estarão em contato direto com a luz. Além disso, o plástico reage com os óleos essenciais e os deteriora. Além do frasco, a embalagem sempre virá com conta gotas ou gotejador para facilitar o uso.

5. Teste de cromatografia

O teste de cromatografia é a única forma de saber quais as moléculas mais importantes desse óleo, bem como a porcentagem delas. Assim, é possível saber se esse óleo será efetivo para a finalidade desejada. Afinal, as condições de plantio, clima, local de cultivo, entre outros fatores são condições que influenciam nas moléculas dos OES. Nem todas as marcas disponibilizam

6. Óleos essenciais não se dissolvem facilmente em água

Além de saber como comprar óleos essenciais, se você já tem os seus, um teste simples para saber se ele é 100% puro é tentar dissolver em água. Algumas moléculas dos OEs até se dissolvem em água, mas a maior parte delas não. Assim, será possível ver na superfície o acúmulo de óleo essencial. Se dissolver com facilidade é porque não é puro ou nem mesmo é um óleo essencial.

7. Óleos de plantas diferentes possuem preços variados

Encontrou uma marca que possui preços muito similares entre todos os óleos do seu catálogo? Preste atenção, pois os preços costumam variar muito! Enquanto os cítricos e algumas folhas precisam de alguns kg de planta para a produção, algumas flores precisam de toneladas! Então, por exemplo, um OE de laranja vai ter um valor muito diferente de um OE de jasmim. Desconfie de óleos essenciais com preços muito baixos e muito parecidos.

Marcas bem avaliadas na internet

Com base em avaliações em vídeos no youtube e relatos de aromaterapeutas experientes, destacamos algumas marcas de óleos essenciais. No entanto, como não há legislação específica sobre a comercialização de OEs no Brasil, recomendamos que cada pessoa teste as marcas e decida por si mesma se é confiável ou não. Lembramos também que essas são apenas algumas sugestões e que outras marcas de qualidade podem não estar nessa lista.

  • BioEssência: pontos positivos para a embalagem, que vem com uma caixinha de papel para o transporte e também para ajudar na conservação dos óleos;
  • Terra-Flor: catálogo extenso, possui OEs raros e difíceis de serem encontrados, além de versões menores para evitar o desperdício;
  • Osadhi: possui um catálogo extenso e muita informação no site;
  • Laszlo: marca que merece grande destaque, pois apresenta laudos de cromatografia detalhados aos clientes. Além disso, também detalha muitas informações sobre a composição, quimiotipo e outras informações na embalagem. Também conta com um catálogo amplo.
  • Phytoterápica: um detalhe na embalagem faz muita diferença. A marca identifica os OEs com um adesivo na tampa, muito prático para armazenar e encontrar rapidamente o que precisa naquele momento;
  • BySamia: a marca possui ótima reputação e presença na internet, disponibilizando muita informação pelas redes sociais;
  • WNF: a maior parte do catálogo é de OEs de cultivo orgânico, o grande diferencial da marca.

Destacamos alguns diferenciais de cada marca, mas convidamos que você acesse os canais de vendas para conhecer melhor. Além disso, com tempo e prática você saberá distinguir os bons óleos essenciais. Confira também os benefícios da ylang-ylang.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes