O que é pranayama, quais são os tipos e como fazer

O pranayama é um dos pilares do yoga e se trata das técnicas de respiração utilizadas dentro da prática. Conheça os tipos e aprenda a fazer

0

O yoga é um conjunto de práticas que se conectam e proporcionam a união de todos os aspectos do ser. Além das posturas físicas, os asanas, também temos as técnicas de respiração, chamadas de pranayama. Conheça os tipos de pranayma, saiba o que são, além de aprender a fazer corretamente com vídeos.

O que é o pranayama?

Para entender o que é pranayama antes precisamos entender o que é o prana. Prana, em sânscrito significa a energia vital, que traz força e vida para as células. É uma energia que permeia todo o universo, está nas pessoas e em tudo que há. O prana é absorvido pelos seres humanos a partir da respiração e é por isso que respirar corretamente é tão importante. Já os pranayamas são as técnicas de respiração presentes dentro da prática do yoga, mas que podem ser feitas para além dela.

Prana é a energia e yama é controle e expansão. Sendo assim, o termo fala sobre controle e expansão da energia a partir da respiração consciente.

Quais são os tipos de pranayama e como funcionam

(Foto: Unsplash)

Existem muitos tipos de pranayama, sendo que podem variar de acordo com os tipos de yoga. Mas no geral, existem alguns tipos de pranayama mais comuns, que listamos a seguir. Saiba quais são eles, como são feitos, como funcionam, além das finalidades de cada um. Lembramos que alguns deles só devem ser feito com a orientação de um/a instrutor/a de yoga.

1. Pranayama preparatório

É uma respiração simples e geralmente feita no início da prática de yoga. Mas também pode ser feita em momentos de ansiedade ou para dormir melhor, por exemplo. Além disso, também são ideais para se preparar para a meditação ou ter mais foco no dia a dia. Os benefícios são acalmar a mente e tranquilizar e se trata apenas de observar o ar que entra e o ar que sai. É possível fazer uma contagem mental, sendo um para a inspiração e dois para a expiração.

2. Nádi Sodhana

Também chamada de respiração alternada é uma técnica que inicia a respiração pela narina esquerda, tapando a direita e depois expira-se pela direita. A respiração é feita geralmente com os olhos fechados, no início da prática de yoga ou ao finalizar. Também pode ser feita sem o acompanhamento das posturas físicas, com o objetivo de equilibrar as emoções. Deve ser feita em uma postura confortável

3. Pranayamas ruidosos

Aqui estão agrupados os pranayamas que emitem algum tipo de ruído quando realizados. Há pranayamas em que é preciso realizar um som ao expirar. Há outros em que a entrada e saída de ar é mais brusca, gerando um som. Um exemplo é a respiração da abelha (Bhramari Pranayama) em que tapa-se os ouvidos e emite-se um som de zumbido ao expirar. É uma técnica que alivia dores de cabeça, reduz o stress e traz concentração. Há muitos outros exemplos de respirações com ruído.

4. Pranayamas com retenção de ar

Assim como os pranayamas ruidosos, nas respirações com retenção de ar há diversos exemplos de pranayamas. Nádi Sodhana, por exemplo, pode ser realizada com um breve período de retenção de ar entre a inspiração e expiração. É comum inspirar pela narina esquerda, reter, expirar pela direita, reter e assim prosseguir. Também há exemplos de respirações com retenção para alguns tipos de meditação. Porém esses pranayamas devem ser feitos com preparação física prévia e com a ajuda de um instrutor/a de yoga especializado.

5. Pranayamas com contração

Muitos exemplos de pranayamas podem ser feitos com contração. Há alguns com contração da glote, do períneo e também do abdômen. São feitos para concentrar energia nesses pontos específicos e apresentam benefícios físicos e sutis. A glote está relacionada ao chakra laríngeo e a capacidade de se comunicar e ter criatividade. Mas há benefícios físicos, como por exemplo o de fortalecer o assoalho pélvico com a contração do períneo.

No entanto, assim como os pranayamas com retenção de ar, exigem uma preparação física e orientação para serem feitos.

Pranayama: como fazer passo a passo

Agora que você já conheceu um pouco mais sobre os pranayamas, que tal aprender a fazer? Existem vídeos que ensinam mesmo quem nunca praticou. É uma forma simples e rápida de manter a mente no presente, ter mais foco e aliviar a ansiedade, entre outros benefícios. Confira como fazer passo a passo nos vídeos.

Pranayama para iniciantes

Esse é um vídeo com 10 minutos de pranayama guiado. Para fazer, você precisará se sentar confortavelmente em uma cadeira ou em postura meditativa. O importante é manter sua coluna ereta. Você vai iniciar com as mãos posicionadas no abdômen para tornar a respiração mais consciente. Você também vai aprender a inspirar e expirar profundamente.

Nádi Sodhana

Neste vídeo, a apresentadora Fernanda Lima e sua instrutora de yoga ensinam o pranayama Nádi Sodhana. Para fazer, faça um gesto com a mão direita, um mudra, para tapar uma das narinas. Mantenha a coluna ereta e faça a respiração alternando as narinas. Observe o vídeo para aprender a fazer corretamente. Você pode fazer essa respiração sempre que desejar, para se acalmar ou antes da prática de asanas.

Respiração Ujjayi

A respiração Ujjayi é um pranayama de contração da glote. É indicado para quem já praticou outros pranayamas antes e é feito a partir da contração da glote. Quando você fecha a glote e sente o ar passando por essa parte é possível emitir um som. É uma respiração muito benéfica para o sistema respiratório e nervoso. Veja como fazer.

Os pranayamas são uma parte incrível do yoga, não é mesmo? A respiração é a sua energia vital e a partir dela é possível nutrir profundamente seu corpo físico, mental e sutil. Pratique sempre que desejar e procure um/a instrutor/a de yoga se desejar se aprofundar na prática. Confira também yoga para iniciantes.

 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes