Pompoarismo: O que é, descubra os benefícios e saiba como fazer

Diminui cólicas e aumenta a líbido: Descubra benefícios dessa prática milenar

0 510

O pompoarismo se popularizou entre as mulheres que buscam uma melhor saúde na região íntima, contudo, ainda existem outras que não sabem o que é e quais sãos os benefícios dessa prática. Além disso, o tabu em torno da sexualidade e saúde feminina, faz com que, mulheres e meninas não tenham acesso à informação de qualidade sobre o assunto.

Afinal, o que é Pompoarismo?

É um exercício para fortalecer o assoalho pélvico, que foi criado há praticamente mil anos e surgiu no sul da Índia. Ao se popularizar ao redor do mundo, o médico ginecologista alemão Arnold Kegel, começou a ensinar e indicar à prática para mulheres com incontinência urticária.

Pompoarismo benefícios
Pompoarismo benefícios (Foto: Unsplash)

Benefícios

  • Previne e trata incontinência urticária
  • Diminui a cólica
  • Diminui o período menstrual
  • Auxilia gestantes no trabalho de parto
  • Diminui os sintomas da menopausa
  • Auxilia na recuperação pós-parto
  • Melhora o funcionamento do intestino
  • Evita flacidez vaginal
  • Aumenta a líbido e a lubrificação
  • Diminuí dor na penetração
  • Proporciona orgasmo mais intenso

Como fazer?

Apesar de você agora já conhecer todos os benefícios, descubra como praticar o pompoarismo. Em primeiro lugar, saiba que não é necessário nenhum tipo de acessório para praticar e nem um lugar específico. Já que pode ser feito, o mais simples, em qualquer lugar e a qualquer momento.

Entretanto, assim como todo exercício, o ideal é se concentrar, controlar a respirar e fazer em um local em que você se sinta confortável.

Contração do períneo

A contração do períneo é bem simples, basta contrair como se fosse segurar o xixi e após dois segundos soltar a musculatura. Repita esse processo por até 10 minutos. Pode fazer em qualquer lugar, contudo, esteja relaxada para fazer esse exercício, além disso, não é recomendado estar com a bexiga cheia na hora em que for praticar, pois aumenta o risco de infecção.

Bolinhas tailandesas

bolinhas
bolinhas (Foto: Upsex)

Outra maneira de se praticar o pompoarismo é usando as bolinhas tailandesas, que você encontra em casas de sexshop. Entretanto, vale destacar que, as bolinhas geralmente são usada por mulheres que já estão mais acostumadas e avançadas nesse exercício.

  • Em primeiro lugar, você deve inserir apenas uma bolinha na vagina e com a força da sua própria musculatura tentar sugar a outra.
  • Logo após, você deve expulsar as bolinhas também com a força da musculatura da vagina.

Além disso, as bolinhas também podem ser utilizadas durante algumas horas, como durante uma corrida por exemplo ou atividades do dia a dia.

Quem pode praticar pompoarismo?

Mulheres em geral podem praticar o exercício, assim como as virgens, já que como citamos anteriormente, não é apenas uma prática para melhorar o desempenho sexual, pois têm inúmeros benefícios além disso.

Como citamos anteriormente, em geral, todas as mulheres podem fazer. A única recomendação é que, mulheres e meninas que são virgens, façam apenas o exercício de contrair e soltar sem nenhum acessório.

Grávida x pompoarismo

Contudo, se você está grávida, principalmente nos primeiros meses de gestação, é importante consultar seu médico antes de começar a praticar o exercício.

Segundo Cátia Damasceno, grávidas só podem praticar após 12 semanas de gestação e depois esse período, o obstetra irá avaliar se pode dar início ou não.

Pompoarismo
(Foto: Unsplash)

Posso fazer menstruada?

Sim! Entretanto, segundo a especialista Cátia Damasceno, não é indicado fazer o uso dos acessórios durante a menstruação, por uma questão de higiene. Ou seja, os exercícios de contração já são o suficiente.

Posso fazer usando DIU?

Apesar dos exercícios não tirar o DIU do lugar, pois o movimento é apenas na musculatura da vagina, recomenda-se procurar um médico para avaliar o seu caso. Além disso, não deve-se começar praticar logo após ter colocado o dispositivo. Portanto, sempre procure um médico antes.

Fontes: Cátia Damasceno / Minha Vida / Tua Saúde / Unimed

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes