Chá de guaco: para que serve, receitas e cuidados

O chá de guaco é expectorante, sendo um grande aliado contra a tosse. Mas é contraindicado para gestantes

0 44

O chá de guaco é muito consumido por ser um poderoso expectorante, auxiliando nos sintomas de gripes e resfriados. É um grande aliado contra a tosse, além de tratar edemas. Conheça mais benefícios da planta, como fazer receitas caseiras e também as contraindicações.

Benefícios do chá de guaco

Dentre os benefícios do guaco o que mais se destaca é sua ação contra a tosse e a rouquidão. (Foto: reprodução)

 

Com o nome científico de Mikania glomerata Spreng, o guaco pode ser encontrado em farmácias de manipulação e lojas de produtos naturais. Com ele é possível fazer o chá, mas também é possível encontrar o xarope pronto. Muito utilizado como expectorante, a planta possui outros benefícios, conheça.

  • Infecções na garganta: seu efeito expectorante alivia a tosse, a rouquidão e as inflamações na garganta;
  • Atua contra os efeitos de gripes e resfriados: por conta de seu composto cumarínico alivia as vias respiratórias diante de resfriados e gripes;
  • Ação anti-inflamatória: ajuda a eliminar edemas e consequentemente auxilia o processo de emagrecimento;
  • Pode ser utilizado em gargarejos: além de consumir o chá, é possível aliviar inflamação de garganta e aftas com o gargarejo;
  • Ação broncodilatadora: a bronquite crônica e a asma podem ser tratadas com o guaco.

Os benefícios foram listados de acordo com este estudo. Atualmente apenas esses benefícios foram cientificamente comprovados, mas existem outros em estudo. Tais como a ação contra alergias, tratamento para o reumatismo e ação antioxidante.

Como fazer chá de guaco

O guaco pode ser utilizado de duas principais formas: o chá e o xarope. Além disso, o chá pode ser utilizado para gargarejos em casos de inflamação na boca ou  garganta. Veja algumas receitas para aproveitar todos os benefícios fitoterápicos da planta.

1. Chá de guaco simples

O chá de guaco simples pode ser utilizado para conseguir todos os benefícios citados. Veja como fazer.

Ingredientes

  • 10 folhas de guaco;
  • 500ml de água.

Modo de preparo

1. Colocar as folhas de água na água fervente e deixar em infusão durante 10 minutos;

2. Coar e consumir em seguida.

Pode ser consumido até 3 vezes ao dia para potencializar os efeitos. Além disso é possível realizar o gargarejo com o chá.

2. Chá de guaco com gengibre

O gengibre é outra planta conhecida por sua ação anti-inflamatória. Junto com o guaco é um potente chá contra inflamações da garganta, diurético e que pode ser consumido para emagrecer. Veja a receita.

Ingredientes

  • 10 folhas de guaco;
  • 1 pedaço pequeno de gengibre;
  • 500ml de água.

Modo de preparo

  1. Leve o gengibre e a água para o fogo e deixe ferver durante 5 minutos;
  2. Desligue o fogo, adicione as folhas de guaco e deixe em infusão durante 10 minutos;
  3. Coe e consuma até 3 vezes ao dia.

3. Xarope de guaco caseiro

Para além do chá, o guaco pode ser utilizado para fazer um potente xarope caseiro. Esse xarope pode ser utilizado para tratar tosses, bronquite e outros problemas respiratórios. Veja como fazer.

Ingredientes

  • 1 xícara de açúcar;
  • 10 folhas de guaco;
  • 1 xícara de mel;
  • 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

  1. Caramelize o açúcar em uma panela funda e grossa, com cuidado para não queimar;
  2. Coloque a água fervente no açúcar quando já estiver dourado;
  3. Coloque as folhas de guaco mexendo bem até dissolver o açúcar;
  4. Tampe a panela e deixe ferver durante 20 minutos ou até que as folhas estejam macias;
  5. Depois de frio, adicione o mel e misture;
  6. Consuma 2 colheres por dia antes de dormir.

O xarope pode ser consumido até 3 vezes ao dia, não ultrapassando 30 dias consecutivos.

Cuidados e contraindicações do guaco

Apesar de todos os benefícios cientificamente comprovados e por ser algo natural, não é recomendável consumir guaco em grandes quantidades. Os adultos podem consumir apenas 3 xícaras do chá ao dia e o consumo não deve ser feito por mais de 30 dias seguidos. Para crianças a partir de 2 anos a dose recomendada é de apenas 1 xícara ao dia. O guaco é contraindicado para gestantes, pois possui efeito anticoagulante e pode causar sangramento, além da possibilidade de aborto.

O consumo também não é recomendado durante a menstruação, já que pode provocar hemorragias. Além disso é contraindicado para quem tem problemas graves no fígado, já que tente a prejudicar estes quadros. Por fim, quem faz uso de medicamentos contínuos só deve consumir o guaco sob orientação médica. Se consumido em excesso pode gerar vômitos, alergias, desconfortos gastrointestinais e em casos mais sérios intoxicação do fígado e hemorragias.

Confira também os benefícios do chá de louro.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes