15 plantas para a sala que trazem sofisticação ao ambiente

Independente do estilo da decoração da sala, as plantas trazem mais verde, mais frescor e até mais sofisticação ao ambiente

0

As plantas para sala são ótimas para embelezar naturalmente o seu ambiente. Elas podem ser pequenas, de sombra ou maiores para os cantos. Já as plantas pendentes são ideais para se adaptar à decoração. Confira 15 opções e descubra quais as ideais para a sua sala.

A luz ideal é um dos principais fatores a serem observados sobre os cuidados com uma planta. Afinal, assim é possível escolher entre as opções que vão se adaptar bem ao ambiente. Muitas pessoas procuram plantas que não precisam de sol, especialmente para os ambientes internos. Por isso, selecionamos algumas opções que vão bem na sombra e vão embelezar a sua sala.

Relacionado: 10 Drinks Mais Famosos Do Mundo

Lírio da paz

(Foto: reprodução/Pinterest)

Uma planta com flor que é sofisticada e combina muito bem com decorações modernas e minimalistas. E tem até um poder místico, pois segundo o Feng Shui é capaz de sugar as energias negativas da casa. A planta gosta de sombra total em ambientes bem iluminados ou meia sombra. Regue entre 1 e 2x por semana, sempre que o solo estiver completamente seco. Adube pelo menos 1x por mês com adubo orgânico. Se notar folhas amareladas, modere na rega ou coloque em um lugar que bata mais luz.

Zamioculca

(Foto: reprodução/Pinterest)

Dentre as plantas para sala que não precisam de sol, a zamioculca é a que mais se adapta aos ambientes de sombra total. Ela cresce e se desenvolve bem em ambientes de sombra, além de precisar de poucas regas. O que faz dela uma ótima planta para quem não tem muito tempo ou paciência para cuidar. Os únicos cuidados devem ser com o substrato, que precisa ser bem granulado e com as regas em excesso. Regue 1x por semana nas estações quentes e 1x a cada 15 dias nas estações frias e chuvosas.

Areca-bambu

(Foto: reprodução/Pinterest)

As salas com decoração descontraída, jovial e com um toque zen combinam muito com a areca-bambu. A planta é capaz de trazer uma atmosfera de frescor e tranquilidade ao ambiente. A planta suporta bem os ambientes de sombra total, mas bem iluminados, então deixe perto de uma janela. Mas suas folhas não gostam de luz solar direta nos períodos mais quentes do dia. O solo deve ser bem drenado e mantido sempre úmido. Mas não se preocupe se esquecer de regar por alguns dias, pois é uma planta bem resistente.

Ela cresce bem rápido, então se desejar uma planta grande, coloque em um vaso maior de tempos em tempos. Precisa de solo bem adubado com matéria orgânica pelo menos 1x por mês.

Violeta

O desafio das salas pequenas é colocar uma planta que componha a decoração do ambiente, mas que não roube toda a atenção para ela. Por isso, invista em um vaso pequeno de canto ou em cima de mesas. Há boas opções que harmonizam com a decoração em ambientes pequenos.

(Foto: reprodução/Pinterest)

As violetas são ideais, pois são pequenas e dão flores constantemente, o que atribui um pouco de cor ao ambiente. A luz ideal é a meia-sombra, o vaso deve estar próximo de uma janela e receber luz indireta. Tome cuidado com a luz solar direta e também com os ambientes de sombra total. Para florir, adube sua violeta com adubo orgânico pelo menos uma vez por mês ou a cada 15 dias. O solo deve ser bem drenado, mas mantido sempre úmido, sem encharcar. Cuidado para não molhar suas flores e folhas, pois podem apodrecer.

Antúrio

(Foto: reprodução/Pinterest)

Sem dúvidas uma das plantas de interior mais tradicionais. Os antúrios possuem folhas e flores brilhantes e chamam atenção pelo vermelho vivo de suas flores, mas atualmente estão disponíveis em outras cores. A luz ideal é o sol da manhã ou do fim da tarde, isso ajuda a planta a produzir flores sempre e a se desenvolver melhor. Não deve receber luz direta do sol nos horários mais quentes e nem ficar na sombra total. O solo deve ser mantido úmido, mas sem encharcar. As regas acontecem entre 2 e 3x por semana.

Cactos

(Foto: reprodução/Pinterest)

Há cactos de diferentes tamanhos e com diferentes necessidades de cuidado. Nas salas pequenas, é possível investir em um vaso médio com vários deles, inclusive combinados com suculentas. E que tal um terrário? Também é possível colocar um cacto grande no canto ou mesmo em cima de mesas. A maioria dos cactos são fáceis de cuidar e exigem poucos cuidados. As regas são feitas apenas quando o solo está completamente seco, entre 1x por semana ou a cada 15 dias. O substrato deve conter uma parte de areia para a planta se desenvolver melhor.

Ficus Lyrata – Plantas de canto para a sala

As plantas de canto podem ser de diversos tipos, mas todas elas devem possuir uma semelhança: o tamanho. Isso porque o canto pede uma planta maior, para que não desapareça entre os móveis da sala. Salas de qualquer tamanho podem usar plantas no canto, mas quanto maior a sala, maior deve ser a planta. Confira ótimas opções!

(Foto: reprodução/Pinterest)

Não apenas uma plantinha, a Ficus Lyrata é uma árvore! Nos vasos ela não chega a crescer tanto, mas no solo pode chegar até 12 metros de altura. Mas é possível encontrá-la em tamanhos menores (e mais em conta) para as salas pequenas. Gosta de solo levemente úmido, com bastante cuidado para não encharcar. Vive bem em luz difusa, em ambientes de sombra, mas bem iluminados. O vaso deve ser bem drenado e o solo adubado pelo menos a cada 2 meses.

Dracenas

(Foto: reprodução/Pinterest)

Há três variedades principais de drácenas: tricolor, borda vermelha e verde claro, mas todas elas precisam dos mesmos cuidados. São plantas ideais para o ambiente interno, pois não toleram luz solar intensa e nem ventos, então tome cuidado com as janelas. As regas são feitas entre 1 e 2x por semana, apenas quando o solo está completamente seco.

Pata-de-Elefante

(Foto: reprodução/Pinterest)

É uma planta ideal para as salas bem iluminadas e até com boa incidência de luz solar. Ideal para salas com janelas grandes ou apartamentos com sacada. Posicione a planta em um canto bem próximo da luz solar para que ela permaneça sempre bonita. Como sua origem é desértica não precisa de muitas regas, 1x por semana está ótimo. Mantenha o solo bem drenado e com uma parte de areia.

Jibóia – Plantas para a sala pendentes

As plantas pendentes são ótimas escolhas para pendurar ou colocar em prateleiras altas e formar o efeito cascata. É possível direcionar o crescimento da planta para que contorne janelas, móveis e o que mais a imaginação mandar. Outra opção interessante é uma floreira vertical. Confira algumas opções de plantas pendentes para a sua sala.

(Foto: reprodução/Pinterest)

Uma das plantas pendentes mais fáceis de cuidar e que cresce rapidamente. A jibóia se adapta bem aos ambientes de sombra e luz difusa, mas se tiver luz solar da manhã ou fim de tarde ela se desenvolve ainda melhor. O solo deve ser mantido úmido, mas sem encharcar. O vaso deve ser bem drenado para evitar que o solo encharque demais. Regue entre 2 e 4x por semana, nas estações mais quentes.

Dinheiro em penca

(Foto: reprodução/Instagram)

Além de linda, essa planta está relacionada à prosperidade, dizem que cuidar bem da sua faz com que seu dinheiro também cresça. É uma planta bem cheia e que forma um lindo efeito cascata em cima de mesas, balcões, prateleiras ou outros móveis. O solo deve ser mantido úmido, mas com cuidado para não encharcar. Regue com cuidado para não molhar suas folhas, que são delicadas e podem escurecer.

Hera

(Foto: reprodução/Pinterest)

É uma planta bem resistente aos diferentes tipos de temperatura e lida bem até com as mudanças bruscas. A iluminação também é um ponto que não exige tantos cuidados, pois ela se adapta bem tanto no sol pleno, como na luz difusa. O principal cuidado com as heras é com as regas, pois não toleram solos muito úmidos. Se certifique de fazer uma boa drenagem no vaso, além de regar apenas quando a cama de cima do solo estiver completamente seca.

Espada-de-São-Jorge – Plantas para sala de apartamento

Assim como as plantas para sala pequena, aqui normalmente temos o desafio do tamanho do espaço, que geralmente é menor. Outro desafio é a luz, já que muitos apartamentos não contam com luz solar direta na sala. Portanto, para as plantas para sala de apartamento selecionamos plantas que vão bem na meia-luz, além de serem ótimas para salas pequenas e médias. Confira.

(Foto: reprodução/Pinterest)

A espada-de-São-Jorge é uma das plantas mais fáceis de cuidar e necessita poucos cuidados. Se notar que a planta não está se desenvolvendo e ela estiver na sombra total, tente posicionar próxima à janela. Outro problema que impede o crescimento é a falta de adubação, entre adube pelo menos 1x por mês. Se ainda assim não crescer ou estiver sem cor, o problema pode ser o tamanho do vaso. Regue entre 1 e 2x por semana.

Palmeira Ráfia

(Foto: reprodução/Pinterest)

Uma ótima opção de planta para os cantos, mas as versões menores também podem compor mesas e estantes. A iluminação não é um grande problema para a planta, que tolera bem tanto o sol pleno, como ambientes de meia-sombra. Certifique-se apenas que o ambiente recebe uma boa iluminação. A rega deve ser feita apenas 1x por semana, quando o solo estiver completamente seco. Nos meses mais quentes você pode aumentar para 2x por semana. No geral é uma planta bem resistente.

Begônias

(Foto: reprodução/Pinterest)

Por fim, temos as begônias. Há diferentes tipos de begônias, nas mais variadas cores e tamanhos, com certeza você vai encontrar uma que se adapte à sua sala. As begônias são plantas de luz difusa, não devem tomar luz solar direta, pois queima suas folhas. A planta deve ser adubada ao menos 1x por mês para produzir novas folhas grandes. As regas devem ser constantes, de forma que o solo permaneça sempre úmido, mas sem encharcar. Os vasos devem ser bem drenados.

Dica bônus: plantas para sala artificiais

Para quem não deseja ter muito trabalho com os cuidados das plantas, a melhor dica é investir em plantas artificiais. Se a sua sala é escura e pouco ventilada, aposte nas plantas artificiais para trazer um pouco de verde para o ambiente. Temos dois principais usos para essas plantas: em formato de vaso, como se fosse uma planta natural ou uma parede verde com plantas artificiais diversas.

Ninguém vai dizer que são de mentira.

(Foto: reprodução/Pinterest)

Uma parede verde que traz mais frescor ao ambiente

(Foto: reprodução/Pinterest)

As plantas artificiais para a sala precisam apenas de um cuidado: pano úmido para retirar o pó. Então com essa seleção certamente você vai conseguir escolher qual a ideal para a sua. Confira também mais opções de plantas pendentes.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes