Livros feministas mais vendidos: 7 leituras fundamentais

Os livros feministas mais vendidos do momento, segundo a Amazon, são essas 7 obras indispensáveis para se engajar ainda mais na luta

0

Entre as diversas formas de aprender mais sobre o movimento feminista temos uma bastante tradicional: ler bons livros. Se você não sabe por onde começar, pode conferir essa lista dos livros feministas mais vendidos para se orientar. São livros com temas atuais, urgentes e muitos deles são bastante acessíveis, seja no valor ou na linguagem utilizada. E lembre-se, não são apenas as mulheres que precisam desse conhecimento, os livros são indicados para todos os públicos.

A lista de livros feministas mais vendidos foi feita de acordo com o site da Amazon, que disponibiliza uma seleção de acordo com o número de exemplares vendidos. A seleção foi consultada no dia 10 de agosto de 2021. Confira e expanda seus conhecimentos sobre o feminismo.

1. O Mito da Beleza: Como as imagens de beleza são usadas contra as mulheres – Naomi Wolf

Foto: divulgação/ Amazon

Escrito pela jornalista Naomi Wolf, este livro é um clássico indispensável para pensarmos o feminismo na atualidade. O livro aborda como o culto à beleza, magreza e juventude funcionam como estratégias de poder e dominação sobre as mulheres. O mito da beleza é abordado ao longo dos tempos, em um desenrolar histórico sobre como a beleza é usada contra as mulheres. A autora confronta a indústria da beleza e toca em temas difíceis como o elevado número de cirurgias plásticas entre as mulheres, distúrbios alimentares e pornografia.

2. Por um feminismo afro-latino-americano – Lélia Gonzalez

Foto: divulgação/ Amazon

Lélia Gonzalez foi uma importante filósofa, antropóloga, professora, escritora, militante do movimento negro e precursora do feminismo negro no Brasil. É uma das intelectuais brasileiras mais importantes do século XX e atuou contra o racismo estrutural, além de colaborar para a intersecção das lutas de gênero, classe e raça. Neste livro organizado por Flavia Rios e Márcia Lima há diversos textos da autora produzidos entre 1979 a 1994, uma época em que houveram diversos debates efervescentes nos movimentos sociais.

Há textos e artigos consagrados da autora, mas há também entrevistas, ensaios e cartas inéditos para o público. Um livro primordial para entender a importância da intersecção entre raça, classe e gênero com uma leitura que é acadêmica e ao mesmo tempo muito popular.

3. Calibã e a Bruxa: Mulheres, Corpos e Acumulação Primitiva – Silvia Federici

Foto: divulgação/ Amazon

Como explicar a execução de milhares de mulheres consideradas bruxas no começo da Era Moderna? Essa é uma das perguntas que norteia a obra da filósofa de Silvia Federici. A autora aborda um tema inédito, a relação entre uma nova divisão do trabalho surgida com o capitalismo. O surgimento do capitalismo veio justamente pelo genocídio de milhares de mulheres, o que constitui um aspecto central na acumulação e na formação do proletariado. Uma obra muito interessante para compreender como o capitalismo atua na perseguição às mulheres.

4. O feminismo é para todo mundo: Políticas arrebatadoras – Bell Hooks

Foto: divulgação/ Amazon

Bell Hooks é uma das feministas mais importantes contemporâneas. Nesta obra, ela propõe algo que é inerente ao movimento feminista e que muitas vezes é esquecido: o feminismo é para todos. O livro possui uma linguagem bastante acessível e nas avaliações muitos homens relatam que a obra foi um divisor de águas em suas vidas. O livro é indicado para qualquer pessoa que queira entender como o movimento feminista pode trazer uma sociedade mais igualitária e com liberdade para todas as pessoas.

5. Lugar de Fala – Djamila Ribeiro

Foto: divulgação/ Amazon

O livro faz parte de uma coleção chamada Feminismos Plurais e a intenção de toda a coleção é trazer questões importantes sobre o feminismo de forma acessível para o público geral. Nesta obra, a filósofa brasileira Djamila Ribeiro fala sobre o lugar de fala, um conceito que significa diferenciar o lugar social de onde a pessoa vem. Assim, os marcadores sociais, como ser mulher ou ser negra, por exemplo, influenciam muito nas experiências sociais vividas por essas pessoas. Se você deseja entender mais sobre o conceito, essa obra é bem importante para começar.

6. A Criação do Patriarcado: História da Opressão das Mulheres pelos Homens – Gerda Lerner

Foto: divulgação/ Amazon

Você já parou para pensar como aconteceu a criação do patriarcado? Ao longo da história nem sempre houve opressão das mulheres pelos homens. Essa obra analisa 2.600 anos de história, tanto no ocidente, como do antigo oriente para encontrar a raiz da opressão. A obra apresenta dados históricos, arqueológicos, literários e artísticos para fazer a análise. O ponto principal do livro é que o patriarcado não é natural e não é uma questão biológica, mas sim social. A obra conta com prefácio de Lola Aronovich, uma importante feminista brasileira atual.

7. Mulheres, raça e classe – Angela Davis | livros feministas mais vendidos

Foto: divulgação/ Amazon

Por fim, uma das teóricas feministas mais importantes de todos os tempos, Angela Davis, traz uma obra importante para pensar sobre a intersecção necessária ao feminismo. O livro trata a questão da escravidão e os seus efeitos sentidos até os dias atuais. O livro fala sobre a impossibilidade em pensar em uma sociedade sem opressões se não considerarmos a centralidade da questão racial. Como uma solução urgente, a autora traz sobre o abolicionismo penal para o enfrentamento do racismo institucional. O livro fala, ainda, sobre a dificuldade em o movimento feminista dialogar com as mulheres negras, pois o movimento muitas vezes não considera as questões raciais.

Os livros feministas mais vendidos são importantes para expandir seus conhecimentos sobre o feminismo. Na lista há livros fáceis de serem lidos por públicos diversos, vale a pena conferir. Confira também filmes sobre feminismo para continuar nutrindo seu conhecimento.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes