Tipos de alongamento de unhas: conheça as vantagens de cada um

Quer alongar as unhas? Então conheça as opções disponíveis para escolher o melhor para você

0

Foi-se o tempo em que a única opção para ter unhas longas era deixá-las crescer naturalmente ou usar unhas postiças. Hoje, os alongamentos de unhas estão disponíveis em vários tipos e a escolha depende do que você deseja para o seu visual. Então, antes de ir ao salão, que tal conhecer um pouco mais sobre os tipos de alongamento de unhas? Assim você descobre as vantagens de cada um e escolhe o ideal para você. Confira!

Qual o melhor tipo de alongamento de unhas?

Não existe um alongamento de unhas melhor do que outro, portanto, a escolha depende das vantagens de cada um deles para a sua rotina. O alongamento com fibra de vidro, por exemplo, é o mais resistente e por isso é muito indicado para quem faz trabalhos manuais e precisa de unhas que não se quebrem com facilidade. Já a fibra de seda é ideal para quem deseja um alongamento temporário, pois precisa ser removida após 15 dias. Enquanto o alongamento de gel é o ideal para quem deseja mais naturalidade, pois o material é maleável e se adapta perfeitamente a curvatura das unhas.

Portanto, o que vai definir qual o melhor tipo de alongamento de unhas é o que você deseja para as suas unhas. Então, veja a seguir quais são os tipos, como são feitos, sua duração, entre outras vantagens de cada um. Assim, você com certeza vai conseguir escolher o ideal para você.

Fibra de vidro – tipos de alongamento de unhas

Foto: reprodução/ @studioangelicaalves

O alongamento em fibra de vidro é um dos mais procurados nos salões, já que é o tipo mais resistente. Assim, é o alongamento ideal para quem faz trabalhos manuais ou passa o dia todo digitando no computador. Essas unhas não vão se danificar facilmente e duram meses. Contudo, é preciso realizar a manutenção a cada 20 dias para manter as unhas intactas, saudáveis e bonitas. O resultado deste tipo de alongamento é bem natural, já que as camadas são finas, bem parecidas com as unhas naturais. Outra vantagem é que o material é hipoalergênico, ou seja, as chances de alergia são bem baixas.

As unhas de fibra são feitas a partir de filamentos de fibra de vidro, colados nas unhas pela manicure e fixados com uma fina camada de gel. Após o procedimento, as unhas vão para a cabine para secar. Após o procedimento você pode pintar suas unhas como deseja em casa e o resultado fica liso, brilhante e não descasca. Contudo, é preciso utilizar removedor sem acetona para não danificar o alongamento.

Alongamento em gel

tipos de alongamento de unhas
Foto: reprodução/ Juliana Paiva

Também um dos tipos de alongamento de unhas mais procurados no salão, as unhas de gel são feitas com camadas de silicone em gel. Por ser uma material mais elástico do que a fibra de vidro, é possível moldar com mais maleabilidade, proporcionando um resultado bem natural. Também é bem resistente e não descola com facilidade, sendo necessário ir ao salão para remover o alongamento ou fazer a manutenção a cada 15 dias. Também pode durar meses se as manutenções forem feitas no período adequado.

Fibra de seda

Foto: reprodução/ @maryrunhas

Um pouco menos conhecido que os métodos anteriores, a fibra de seda também é conhecida como fibra de tecido. É o método ideal para quem sofre com unhas quebradiças e frágeis. Na aplicação, a manicure coloca apenas uma camada de fibra de vidro e depois modela de acordo com o formato desejado. Por fim, a unha é selada com uma cola própria para o procedimento. Diferente de outros tipos de alongamento de unhas, a fibra de seda precisa ser removida a cada 15 dias antes de ser recolocada. O processo é ideal para que as unhas frágeis e quebradiças respirem um pouco. Também é o alongamento perfeito para quem deseja uma mudança menos durável no visual.

Acrigel – tipos de alongamento de unhas

tipos de alongamento de unhas
Foto: reprodução/ @keziabelissima_naildesigner

Já o acrigel é um método similar ao alongamento feito em gel, a diferença está nos materiais utilizados. Para o alongamento em acrigel, além do gel de silicone é utilizado o pó acrílico. Então, a misturinha é aplicada nas unhas como se fosse um esmalte convencional. O acrigel enrijece assim que passa pelo processo de secagem, não sendo necessário o uso de cabines como no alongamento em gel. É menos maleável do que o gel e dependendo do formato desejado, não é tão interessante. Mas por ter o pó acrílico na composição, as unhas são mais resistentes a baques do que o alongamento em gel.

Podem durar por até 3 meses, mas é preciso realizar a manutenção no salão a cada 20 dias.

Alongamento acrílico

Foto: reprodução/ Railon castro

Um dos tipos de alongamento de unhas mais antigos, mas ainda sim muito procurado nos salões até hoje pela sua durabilidade. O alongamento em acrílico pode durar até 8 meses nas unhas sem que seja preciso remover. Neste procedimento, a manicure cola extensões de unhas (tips) nas pontas das unhas naturais. Depois, com um pequeno pincel, a profissional aplica um líquido acrílico (monomer) junto com pó acrílico nas unhas. Essa misturinha é aplicada por cima das unhas naturais e também das tips, para uniformizar o acabamento.

O alongamento em acrílico não precisa de cabine para secar e o resultado é bem rígido. Justamente por esse resultado é que as unhas são tão duráveis. Contudo, o resultado não é natural como os outros tipos de alongamento. A manutenção precisa ser feita a cada 20 dias no salão.

Alongamento em porcelana

tipos de alongamento de unhas
Foto: reprodução/ Luzinaide Silva

Neste alongamento, é utilizado o mesmo material e método do procedimento anterior. A diferença está na cor do pó utilizado pela manicure, que neste caso é branco, por isso o nome de porcelana. Já no alongamento acrílico o material é transparente ou rosado. As unhas de porcelana também possuem alta durabilidade e precisam de manutenção a cada 20 dias. Além da durabilidade, tanto o acrílico como em porcelana impedem a proliferação de fungos, pois o material não é grosso.

Acrilfix ou Nova York

Foto: reprodução/ Mago das Unhas

Para este procedimento a manicure utiliza camadas de uma cola específica intercalando com pó acrílico. Com a ajuda de tips, a profissional modela as unhas no formato desejado pela cliente. Por fim, uma camada de monomer finaliza o alongamento de unhas. É um procedimento pouco agressivo, feito com bastante facilidade e rapidez em comparação com os demais métodos. Ele é menos durável e em cerca de 30 ou 40 dias começa a se descolar, sendo necessário remover ou refazer o procedimento.

Manutenção é fundamental

Independente do tipo de alongamento de unhas escolhido, a manutenção é fundamental, tanto para a aparência das unhas, como para a saúde. Deixar por mais tempo que o recomendado sem a manutenção pode adoecer as unhas, deixá-las quebradiças e atrair fungos. Portanto, esteja ciente de que ao fazer um alongamento será preciso ir ao salão pelos menos a cada 20 dias para remover ou fazer a manutenção neste período. O procedimento não pode ser feito em casa, apenas uma profissional capacitada é capaz de colocar, remover e fazer a manutenção.

+ Unhas encapsuladas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes