Hidrolato: o que é, para que serve e como fazer o seu

O hidrolato é obtido pela destilação do óleo essencial e poder ser um grande aliado nos cuidados de beleza

0 74

Muita gente conhece os óleos essenciais e suas propriedades incríveis. Mas o que muita gente não sabe é que a partir da destilação dos OEs é possível obter outro produto: o hidrolato. Também conhecido como água floral, este produto tem usos incríveis na rotina. Pode ser utilizado como perfume, além de ter propriedades similares aos óleos essenciais. Saiba mais sobre esse produto!

O que é um hidrolato?

Há diversas formas de produzir um óleo essencial, mas a mais conhecida é pela destilação por arraste à vapor. Neste método o vapor d’água atravessa a planta, arrastando também seus elementos voláteis e biotivos, formando o OE. Também neste processo, o vapor volta ao seu estado líquido e forma o hidrolato. Este produto também contém diversas propriedades terapêuticas e pode ser utilizado de diversas formas. Inclusive, é um produto muito mais seguro do que um óleo essencial, além de possuir preço acessível.

Apesar de serem muito comuns nos dias atuais, por conta da profissionalização do ofício da aromaterapia, os hidrolatos são bem antigos. Há registros de destilação de hidrolatos na China de 3.000 a.c. Atualmente, a forma de destilação é a mesma, apenas com mais tecnologia.

Para que serve?

(Foto: Pexels)

Apesar de não serem tão conhecidos, os hidrolatos são produtos multifuncionais. Servem como tônico facial ou água termal, podem ser utilizados na composição de máscaras de argila e também como perfume. Além disso é possível fazer tratamento aromaterapêutico a partir da inalação do aroma. Suas propriedades são reduzidas em relação a um óleo essencial, portanto o uso é muito seguro. Outro uso interessante é borrifar um pouco na roupa de cama, para utilizar como água de lençol. Veja alguns exemplos e usos a seguir.

  • Hidrolato de lavanda: relaxante e hidratante;
  • Hidrolato de alecrim: revigorante, cicatrizante e combate a acne;
  • Hidrolato de gerânio: antioxidante, harmonizador emocional e perfumado;
  • Hidrolato de rosas: hidratante, anti-inflamatório e indicado para peles sensíveis;
  • Hidrolato de melaleuca: refrescante, cicatrizante, adstringente e combate a acne.

Os hidrolatos também são ideais para refrescar a pele. Esperimente borrifar um pouco nos dias quentes e perceba a diferença. Por conta desta ação também amenizam os sintomas da menopausa, especialmente o excesso de calor.

Onde comprar?

A maioria das empresas que vendem óleos essenciais também vendem os hidrolatos. É possível encontrar para comprar online, nas lojas das marcas ou em lojas especializadas. Também é possível encontrar em lojas físicas como casas de produtos naturais ou farmácias de manipulação. Confira algumas sugestões de marcas.

  • Phytoterápica;
  • BySamia;
  • Laszlo;
  • Oshadi;
  • Terra Flor;
  • WNF;
  • Quinarí;
  • BioEssência.

Existem muitas outras marcas, apenas trouxemos algumas sugestões. Se você já usa e confia em uma determinada marca de óleos essenciais, que tal verificar se possuem os hidrolatos também?

Como fazer o seu

Embora seja muito fácil e acessível encontrar os hidrolatos para comprar, também existe a possibilidade de produzir o seu em casa. O procedimento é demorado, mas não é difícil. Você vai precisar apenas de uma boa quantidade da planta escolhida, além de alguns utensílios comumente utilizados na cozinha. Confira o passo a passo.

Você vai precisar de

  • Panela grande de inox;
  • 2 recipientes de vidro resistentes ao calor;
  • Planta aromática de sua escolha (no vídeo o exemplo é o alecrim);
  • Água destilada;
  • Gelo.

Como fazer

  1. Posicione um dos recipientes de vidro virado para baixo no fundo da panela;
  2. Espalhe a planta escolhida ao redor, cobrindo as laterais do recipiente de vidro. Não há uma quantidade específica de planta, você pode utilizar de acordo como tamanho da panela;
  3. Cubra a planta com água destilada;
  4. Posicione o outro recipiente de vidro acima do que está no fundo da panela, virado para cima;
  5. Tampe a panela com a tampa virada para baixo e posicione um saco com o gelo em cima;
  6. Deixe em fogo baixo por cerca de 45 minutos;
  7. O calor abaixo e o gelo acima é o que causará a condensação, transformando o vapor em hidrolato;
  8. Durante os 45 minutos o gelo irá derreter e será necessário substituir algumas vezes. Por isso é importante ter bastante gelo disponível e ficar por perto observando;
  9. Deixe a panela esfriar naturalmente sem abrir;
  10. Depois é só coletar o hidrolato dentro do recipiente de vidro e armazenar em um frasco de vidro âmbar.

Para prolongar a vida do seu hidrolato, conserve dentro da geladeira. Se desejar, acrescente algumas gotas de óleo essencial de melaleuca para aumentar a durabilidade.

Confira também os melhores óleos essenciais para cabelo.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes