Ex-BBB: saiba por onde anda Jean Wyllis, campeão da quinta edição do programa

Saiba mais sobre o ex-participante e como ele está nos dias de hoje

0 52

O ex-BBB Jean Wyllys foi o primeiro a faturar R$ 1 milhão no reality global, com 55% dos votos, já que até a quarta edição os participantes levavam um prêmio de R$ 500 mil. Ele também é um dos poucos que não é muito lembrado por ser ex-BBB, 15 anos após o programa. Saiba mais sobre o ex-participante e como ele está nos dias de hoje.

ex-BBB
Grazi e Jean (Foto: Reprodução/Instagram)

O que Jean fez com o prêmio do programa?

O famoso, que fez amizade com a atriz Grazi Massafera, na casa, nunca falou o que fez com o prêmio do programa. Porém, na prestação de contas feitas ao Tribunal Superior Eleitoral, nas eleições de 2018, Wyllys declarou um patrimônio de R$ 1.196.491, 26, dividido em cadernetas de poupança, imóveis e outros investimentos.

 

Campeão do BBB 5 na política – Ex-BBB

O jornalista e professor de 46 anos entrou no mundo da política cinco anos depois de participar do programa da Globo. Em 2010, ele foi eleito deputado federal pelo PSOL, e em 2014 e 2018, ele foi reeleito para o cargo. Após o assassinato da vereadora Marielle Franco, também do mesmo partido, o famoso desistiu do mandato, decidindo morar fora do Brasil, por conta de ameaças de morte. Hoje, ele mora na Alemanha, onde se dedica aos estudos.

“As intensificações de ameaças de mortes, recorrentes antes mesmo da execução de Marielle, e a atuação da milícia no estado, o levaram a tomar a decisão”, declarou ele, para a Folha de S. Paulo, na época. Jean também estreou um blog no portal UOL, no ano passado. Além de político, o famoso ganhou destaque na luta pelos direitos LGBT+. Em 2015, Jean entrou no Top 50 de personalidades que mais lutam pela diversidade no mundo.

ex-BBB
Jean Wyllys (Foto: Reproduçãp/Instagram)

Jean nos dias atuais

Em suas redes sociais, Jean compartilha quadros com as obras que pinta e faz lives com pessoas diversas, falando sobre música, política e afins. Durante uma coletiva concedida em Berlim, ele contou que pretende voltar ao país quando Bolsonaro não for mais o presidente. “Posso voltar quando essa noite passar e essa noite há de passar, porque a noite não dura para sempre”, falou.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes