BBB 21: relembre as 5 piores temporadas marcadas por várias acusações

O ex-apresentador do programa, Pedro Bial, já chegou a confirmar que alguns anos foram os piores do reality. Relembre agora as 5 piores temporadas da casa mais vigiada do Brasil.

0 149

A vigésima primeira edição do Big Brother Brasil, o BBB 21, chega em janeiro do ano que vem, e promete repetir o mesmo formato do último programa, em que o elenco se dividirá entre anônimos e Influencers. Porém, para uma boa repercussão e audiência, barraco é algo que não pode faltar, mas tudo na medida certa. O ex-apresentador do programa, Pedro Bial, já chegou a confirmar que alguns anos foram os piores do reality, pois ficaram marcados por abusos, racismo e outras acusações. Relembre agora as 5 piores temporadas do reality global.

 

5 piores temporadas do BBB

 

 

1. BBB 6

Mara dos Santos foi a campeã da sexta edição do programa, mas infelizmente, o reality naquele ano foi um fracasso. Teve um triângulo amoroso entre os modelos Daniel Saullo, Mariana Felício e Roberta Brasil, que durou pouco. Daniel e Roberta logo foram eliminados e o professor Rafael Valente se envolveu com Mariana. Gustavo, ex-monge, deu uns beijos na estudante Inês. Apesar disso tudo, a audiência não foi um sucesso.

2. BBB 12 (BBB 21)

A temporada tinha tudo para bombar, tendo dois grupos antagônicos: praia e selva. Os integrantes da Selva logo foram eliminados, mostrando que a preferência do público era pelo grupo Praia. Porém, o grupo com Fael, Fabiana, Jonas, Kelly e outros, não despertou interesse do público. O modelo Daniel Echaniz acabou sendo expulso, após ser acusado de abuso sexual, ao deitar na cama da estudante Monique Amin. Ele teria feito carinho na jovem, que dormiu após uma bebedeira na festa. A justiça acabou arquivando o inquérito, em março do mesmo ano.

 

3. BBB 14

No ano de 2014, a edição contou com o BBB Turbo, tendo 20 participantes e várias eliminações de cara. O público mal teve tempo de conhecer os jogadores. No começo do programa, o público até alimentou a audiência, e alguns participantes conquistaram a simpatia dos fãs, como Clara Aguilar e Vanessa Mesquita, que viveram o primeiro romance lésbico na história do BBB. Mas a baixa audiência logo veio, sendo a segunda edição de menor audiência. Vanessa foi a vencedora do programa.

Marcos e Emilly
Marcos e Emilly (Fotos: Reprodução/Globo)

 

4. BBB 17 (BBB 21)

Marcos Harter e Emilly Araújo foram os protagonistas da edição, marcada por muitas brigas e pouco romance do ex-casal. Esse relacionamento causou a expulsão do cirurgião plástico, perto da final. A estudante acusou o médio de agressão durante uma discussão dos dois. Emilly disputou a final com Vivian Santos e Ieda Wobeto, ganhando a edição.

 

5. BBB 19

O público esperou afoito pelas brigas, que acabaram ficando mais para o lado de fora. Maycon Santos e Paula von Sperling foram acusados por outros ex-participantes de racismo e intolerância religiosa. Ele até prestaram depoimentos por comentários que fizeram durante o programa, porém, os inquéritos foram arquivados. Paula foi a campeã da edição, apesar de toda a polêmica.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade. Tudo bem Mais detalhes